Avaliação das características de uso da energia elétrica e benchmarking

Após a crise de energia elétrica ocorrida no Brasil em 2001, a preocupação com a redução do consumo de energia elétrica se tornou um assunto de grande relevância no cenário nacional reforçado recentemente pela crise de abastecimento devida à escassez de chuvas no país. Na área de edificações este tópico se mostra bastante relevante, pois segundo o Balanço Energético Nacional, em 2017, as edificações foram responsáveis por 42,8% do consumo total de energia elétrica no país e com tendência de crescimento, de acordo com o PNE2030, de 3,7% ao ano até 2030.

Destes, ressalta-se que 14,4% são consumidos pelos edifícios comerciais. A tendência de aumento na demanda do consumo de energia elétrica em edificações no Brasil pode diminuir com a implementação de políticas governamentais específicas para este fim. Neste sentido, incentiva-se a criação de benchmarks (faixas e metas) de consumo de energia para diversas tipologias. Para a criação e implementação destes benchmarks a identificação das variáveis de projeto que influenciam no consumo de energia elétrica nos edifícios é de fundamental importância. Diante do exposto, o presente projeto envolve a análise do consumo de energia de edificações de ensino superior e estabelecimento de um sistema de benchmark de energia.

ORIENTADOR (A): Ana Carolina de Oliveira Veloso