Abraçando Cuidadores de Saúde

O projeto Abraçando Cuidadores de Saúde é coordenado pela professora Tereza Cristina Peixoto e seu principal objetivo é propiciar um espaço para acolher sentimentos, estimular reflexões e experimentações criativas que potencializem a afirmação da vida de cuidadores ou profissionais de pacientes em cuidados paliativos.
O trabalho é realizado em grupos (oficinas) com o máximo de 10 cuidadores ou profissionais de saúde.

As oficinas são quinzenais, durante um período de 4 meses, com duração aproximada de 1 hora e meia cada, mediadas por duplas ou trios de alunos integrantes do projeto. Ao longo da realização dessas oficinas, os alunos se reúnem com a coordenadora do projeto para a discussão dos casos e os novos planejamentos das oficinas. As atividades são definidas a partir do grupo participante e dos temas que emergentes nas oficinas, priorizando a utilização de dispositivos artísticos ou inventivos para a promoção de um deslocamento de modos enrijecidos e sofridos de pensar e de se relacionar consigo mesmo e com as outras pessoas. Espera-se favorecer processos de singularização e de nova estética de vida dos sujeitos participantes. A teorização que sustenta o projeto é a Esquizoanálise, como proposta por Deleuze e Guattari.